Irmã Dulce (1914-1992)

A Bem-aventurada Dulce dos Pobres

 

Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes, a Irmã Dulce, dedicou sua vida a cuidar dos carentes. Nasceu em Salvador, em 26 de maio de 1914, filha do dentista Augusto Lopes Pontes e de Dulce Maria de Souza Brito Lopes Pontes.

Aos 13 anos, descobriu a vocação religiosa ao acompanhar uma tia em uma visita aos pobres do bairro do Tororó. Depois disso, a jovem resolveu transformar a casa da família em um centro de atendimento aos pobres. Tentou entrar para o Convento do Desterro, mas foi recusada por ser muito jovem.

Em 1933, entrou para a Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, no município de São Cristóvão, em Sergipe, e ordenou-se freira no ano seguinte. Em homenagem à sua mãe, recebeu o nome de Irmã Dulce. A partir de então, dedicou-se a cuidar dos pobres no município de Salvador.

Irmã Dulce fundou do primeiro movimento cristão operário da Bahia, a União Operária São Francisco, e o Colégio Santo Antônio, no bairro de Massaranduba, que atende operários e filhos de operários. Recolhia os doentes que viviam nas ruas para lhes dar assistência em abrigos improvisados até conseguir instalá-los no galinheiro do Convento Santo Antônio, onde futuramente seria inaugurado o Hospital Santo Antonio, centro das Obras Sociais Irmã Dulce.

A construção de sua Obra teve incentivo dos baianos e de brasileiros de várias regiões e apoio do Papa João Paulo II.

Faleceu em 13 de março de 1992, em Salvador, aos 77 anos, teve seu corpo sepultado no alto do Santo Cristo, na Basílica de N. Sra. da Conceição da Praia; posteriormente transferido para a Capela do Hospital Santo Antônio.

Em 22 de maio de 2011, Irmã Dulce foi beatificada em cerimônia realizada no Parque de Exposições de Salvador, presidida pelo Arcebispo Emérito de Salvador, Cardeal Dom Geraldo Majella Agnelo. A partir de então, passou a ser reconhecida como Bem Aventurada Dulce dos Pobres. Sua festa litúrgica é celebrada todo 13 de agosto.

Fonte principal: CNBB.

 

 

Irma Dulce

 

Cerimônia de beatificação da Irmã Dulce, no Parque de Exposições, em Salvador, em 22 de maio de 2011. Reuniu mais de 70 mil pessoas, vindas de todo o Brasil.

 

Memorial de Irmã Dulce, na Cidade Baixa, uma exposição permanente que retrata a trajetória da beata baiana. Inaugurado em 1993, em prédio anexo ao Convento Santo Antônio, na sede das Obras Sociais Irmã Dulce.

 

Beatificação Irmã Dulce

 

Memorial Irma Dulce

 

◄ Igrejas da Bahia

 

Irmã Dulce (1914-1992)

 

Religião

 

Irmã Dulce

 

 

Copyright © Guia Geográfico - Igreja Católica no Bahia.

 

 

Igrejas Bahia

 

Rita Barreto

 

Jota Freitas